31.08.2015
postado por Bruna e categorizado como Entrevistas, Equipe RHWBR, Photoshoots, Revista

Rosie foi capa da revista Harper’s Bazzar UK edição de setembro. Confira abaixo a entrevista traduzida, bem como as fotos do ensaio em nossa galeria:

Ambição, feminismo e dança de salão – Rosie Huntington-Whiteley em suas próprias palavras.

Na entrevista de acompanhamento, a ambiciosa de 28 anos conta à Avril Mair sobre os altos e baixos da fama, seus modelos do sexo feminino e a única coisa que a mantém acordada à noite.

Eu acho que sua infância é tudo, não é? A minha foi tranquila. Eu tive uma simples e protegida educação, na maioria das vezes passava o tempo ao ar livre, cercada pela natureza. Eu acho isso um privilégio, especialmente nos dias de hoje. Não é todo mundo que tem isso.

Eu sabia desde cedo que o interior não forneceria uma estimulação suficiente para mim. Eu olhava para Londres como esse lugar onde seus sonhos poderia se tornar realidade. Museus, galerias, bares e glamour: tinha todas as coisas que eu estava interessada e me inspirava. Ao início da minha adolescência eu estava ansiosa pra ir.

Eu era destemida quando mais jovem. Eu tinha essa atitude real que só vem naquele momento da sua vida. Eu também era um pouco ingênua.

Minha família significa tudo. Aquela rede de segurança e amor me da a abilidade de ir e fazer o que eu quiser. Várias modelos tem que sustentar suas famílias e assim elas assumem postos de trabalho só porque eles precisam. Eu sempre fui capaz de manter o foco em mim mesma. Isso foi o que meu pai disse quando saí de casa: vá e seja egocêntrica.

Eu falo com a minha mãe um par de vezes por semana, o que não é realmente suficiente para mim. Vivendo em LA, a coisa que eu mais luto é com o fuso horário.

Ela é muito para cima, a minha mãe. Eu sou como ele nesse aspecto: direta, honesta, sem rodeios. Tem as suas desvantagens, é claro. Ela definitivamente expressava sua opinião no passado e ela faria isso agora se ela não aprovasse algo que eu estava fazendo.

Minha mãe sempre me diz para seguir meu coração. Outra parte dos conselhos dela – e esse não é a coisa mais bonita, mas ela diz que quando eu estiver nervosa sobre alguma coisa – é para mim lembrar que a merda fede para todos.

CLIQUE AQUI PARA VER AS IMAGENS

comente a postagem!